O que a automação pode fazer pelo seu negócio?

Os processos diários estão presentes no seu negócio, e sendo eles operacionais ou gerenciais, acabam gerando uma grande quantidade de dados e tarefas (e aí você fica com uma montanha de papéis e bilhetinhos, não é mesmo?).

É nesse momento que a automação comercial entra em cena para te ajudar!

A automação comercial usa sistemas e equipamentos IoT como diferencial para dar suporte aos procedimentos operacionais, e é responsável por otimizar e automatizar as atividades com ganho na geração de dados que auxiliam na tomada de decisões e na otimização de custos e esforços.

Por exemplo, com a automação você pode programar o acionamento de equipamentos, deixando de perder tempo com os “pequenos detalhes” que no final tomam bastante tempo, como por exemplo, ligar cada ar-condicionado manualmente.

Sim, e isso é só o começo da quantidade de benefícios que a automação nesse ramo proporciona, pois, focando nas atividades que realmente importam para o seu negócio, você vai ter mais tempo para melhorar a eficiência!

A automação comercial beneficia toda a cadeia produtiva de seu negócio

A automação comercial proporciona melhores experiências para todos da cadeia produtiva: fornecedor, transportador, empresário, funcionário e cliente final.

Preparado para descobrir como todos os envolvidos da sua cadeia produtiva podem se beneficiar com a automação?

Vamos lá:

Fornecedor

Sabemos que a cadeia produtiva muitas vezes trabalha com margens apertadas, e por isso qualquer aumento de eficiência em um processo traz melhores retornos aos negócios de larga escala.

Ter na mão a projeção de consumo das matérias-primas, sua gestão e movimentação otimizada dos insumos dentro da fábrica, além da velocidade de disponibilização do produto, significa ter maior capacidade de produção e venda, ou seja, menor custo de produção!

Transportador

A missão deste é levar a matéria-prima da fábrica ao distribuidor, sem perder o prazo e muito menos a mercadoria.

Assim, ter modais eficazes que sejam ágeis na coleta, seguros no deslocamento e pontuais na entrega, exige harmonia nas ações: tudo deve estar coberto e alinhado, para que nenhuma das atividades atrase ou falhe.

A automação traz a possibilidade de controlar de forma cada vez mais precisa todos os passos para uma entrega rápida.

Empresário

“Não basta oferecer, tem que saber vender!”

Este é o slogan de todo estrategista de vendas, mas saber vender pode ir além das técnicas de marketing e persuasão.

As possibilidades de coletar informações (algumas, antes nunca conhecidas) usando novas tecnologias no processo de vendas, podem elevar o “jogo de xadrez” a outros patamares.

Saber por onde os clientes passam com mais frequência dentro de sua loja, vender sem precisar de uma pessoa no caixa, lembrar o cliente da queima de estoque quando ele estiver por perto ou reduzir desperdícios de recursos, são ações cada vez mais disponíveis e viáveis.

Funcionários

Apesar de ser considerada a “demissora do futuro”, a automação não é o bicho papão dos funcionários, muito pelo contrário, ela será responsável por tirar atividades repetitivas e chatas de pouco valor agregado, para permitir que as pessoas busquem usar o máximo de seu potencial produtivo e criativo.

Isso significa funcionários eficientes e com melhores salários!

Clientes

Entregar a melhor experiência ao cliente faz toda a diferença. O público está cada vez mais exigente, e consumir deixou de ser somente necessidade, pois um produto de valor para o cliente não é mais “vender algo caro” e sim eficiente. Um exemplo atual disso são os serviços de comida e transporte como i food e Uber.

Fidelizar agora significa trazer uma experiência diferenciada de venda, uso e manutenção.

Deixar um cliente esperando atendimento, atrasar uma entrega ou demorar para resolver um problema técnico jamais devem ser opções para quem quer construir e consolidar sua marca no mercado.

A grande chave para alavancar seu negócio

A automação dentro dos processos é o elo mais importante para acelerar a execução de tarefas e alavancar as vendas de um comércio.

Não é só ser mais rápido, mas também é errar menos: para atingir o objetivo e não jogar dinheiro fora devemos identificar as necessidades de todos os envolvidos.

É possível uma fábrica de sorvetes, por exemplo, conseguir repetir em larga escala o mesmo sabor e textura do seu sorvete? E repeti-la em diversas partes do mundo? Cada uma com clima, qualidade de fornecedores e operadores diferentes? Sim, é possível!

Para isso, a automação deixa de ser uma opção e passa a ser a única opção.

Regular a temperatura de fabricação, dosar cada ingrediente de forma precisa, não desperdiçar e misturar com técnica bem definida são as atividades feitas pela automação que permitem a produção do mesmo produto.

No projeto deve ser realizado e executado um bom projeto para adequar as instalações, estudando cada equipamento, sensor, atuador e sistema de controle para orquestrar o maquinário.

Empreendimento com imóveis automatizados: valorização e lucro

Após o surgimento da automação e sua popularização, o interesse comercial cresceu e passou a ser uma forma de valorizar casas e apartamentos para locação.

Alinhado aos novos princípios de sustentabilidade e inovação, esse mercado está crescendo e sendo procurado cada vez mais.

Agora, a automação em prédios comerciais, residências e casas pode ser um fator decisivo para a compra ou aluguel de um imóvel.

Considerações finais

A automação é a tecnologia arma do seu negócio. Se você quer ter uma empresa bem-sucedida, precisa introduzir automação nos seus processos chave.

Isso permitirá estruturar as tarefas, dando capacidade de identificar falhas e corrigi-las de forma rápida, além de escalar e coletar dados que lhe darão subsídios necessários para tomada de decisões com maior qualidade e agilidade. Afinal, decisões erradas ou demoradas podem matar seu empreendimento

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.